Por que a sua marca precisa de um logo?

Por que a sua marca precisa de um logo?

A identidade visual de um negócio é a porta de entrada para qualquer um conhecer seu produto ou serviço. Por isso, é preciso ter muito cuidado na hora de escolher a cor, a fonte e os símbolos que serão usados.

Mais do que gosto pessoal, a construção de um material como este deve levar em conta os concorrentes, o público-alvo e, claro, os valores e mensagem transmitidos.

Usar uma marca conhecida como inspiração, por exemplo, pode ser um verdadeiro tiro no pé. As pessoas vão associar a algo que não é seu de verdade, o que mostrará falta de originalidade e credibilidade.

Tenha em mente que um planejamento é indispensável e que o logo é a referência que as pessoas terão do seu negócio.

Entre em contato pelo e-mail contato@tawil.com.br!

5 erros de Comunicação que devem ser evitados pela sua empresa

5 erros de Comunicação que devem ser evitados pela sua empresa

Por Pedro Henrique Tavares

Quais são as áreas estratégicas de sua empresa? Finanças, Recursos Humanos, Marketing? E a Comunicação, onde fica? Ela está em todo o lugar: desde a troca de tarefas entre as equipes até a seleção e ordenamento das informações e valores que serão repassados para fora da companhia. A boa notícia é que não existe fórmula pronta. Cada empresa tem uma cultura, uma história e um propósito diferentes.

Tawil Comunicação selecionou 5 erros comuns que qualquer companhia deve evitar:

Desconhecer o público

Muitas empresas ignoram o público-alvo e desenvolvem um diálogo híbrido, sem identidade própria ou empatia. Se o seu público-alvo não se identificar com a marca, seu negócio dificilmente terá uma boa base de relacionamento.

Ignorar as Redes Sociais

Hoje, são muito raros os casos em que uma plataforma social não entra no plano de construção e manutenção de uma marca. Entretanto, é importante levar em consideração a questão da conversão: não é a rede social que vai aumentar a venda de um produto ou serviço. Apesar de oferecerem funcionalidades que ajudam a fazer isso, esses meios são, essencialmente, ferramentas de relacionamento.

Esquecer a Comunicação Interna

O colaborador deve ser o primeiro a saber sobre qualquer mudança de estratégia na empresa, seja ela de comunicação, vendas, finanças, recursos humanos ou outra área estratégica. Isso deve ser feito antes do lançamento de uma campanha publicitária ou um anúncio para a imprensa, por exemplo.

Confundir Relações Públicas e Publicidade

Jamais esqueça que a Comunicação abrange diferentes especialidades: Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda. No caso do relacionamento com a imprensa, ela faz a ponte entre veículos de comunicação (jornalistas) e instituições (públicas e privadas). É uma ação que tem o propósito de divulgar e gerar pauta para as redações. Isso não significa, porém, que o repórter vai elogiar um produto ou falar bem de uma empresa, sem olhar crítico.

Desprezar o feedback

O processo de comunicação envolve emissão de uma mensagem bem construída (instituição) para um receptor (consumidor) que deve compreender o objetivo dessa informação. Mas atenção: não esqueça que isso deve se transformar em um diálogo. É fundamental que o receptor sinalize que entendeu o que você quis dizer.

É hora de fazer uma boa vitrine

É hora de fazer uma boa vitrine

O gerenciamento de redes sociais vai além de somente postar textos, imagens ou vídeos no seu perfil, é algo que deve ser estudado e planejado, pois é a vitrine da sua marca. Atualmente, estar presente nas redes é quase um item obrigatório a toda e qualquer empresa que busque atingir determinado público.

Como está o cuidado das redes da sua marca? Conheça o coaching Daniel Lustig, um dos nossos clientes em produção de artes e gerenciamento das redes sociais.

Mais de 100 milhões de brasileiros estão conectados à internet

Mais de 100 milhões de brasileiros estão conectados à internet

O Brasil alcançou a marca de 50% das casas com conexão à internet, segundo a pesquisa “Futura Digital em Foco Brasil”. O levantamento mostra ainda que os brasileiros são líderes de tempo gasto nas redes sociais, em média, 650 horas por mês.

Atualmente, somos mais de 105 milhões de internautas e a internet já se tornou o terceiro veículo de maior alcance no País.

Quer se tornar conhecido por esses usuários? Entre em contato conosco, vamos auxiliar a sua marca a alcançar os resultados desejados com excelência e credibilidade.

Saiba as motivações por trás do compartilhamento nas redes sociais

Saiba as motivações por trás do compartilhamento nas redes sociais

O compartilhamento nas redes sociais é uma ferramenta importante que ajuda na construção de uma marca.

De acordo com uma pesquisa lançada recentemente, 49% das pessoas que compartilham conteúdo nas redes têm o objetivo de convencer seus contatos positivamente sobre algum produto. 73% querem transmitir informações que ajudem a encontrar quem compartilhe os mesmos interesses e 84% procuram dar suporte à causas com que se importem.

Precisa de ajuda com o gerenciamento das redes sociais da sua marca? Entre em contato conosco.

Dicas para usar melhor o e-mail marketing

Dicas para usar melhor o e-mail marketing

O e-mail marketing é uma ótima forma de mandar informações, atrair e criar relacionamentos com seus contatos.

A Tawil te ajuda a produzir conteúdo institucional, edição e arte para publicações customizadas e campanhas. Entre em contato conosco!

Comportamento do consumidor digital em 2016

Comportamento do consumidor digital em 2016

A empresa especializada em pesquisa de mercado Opinion Box montou um infográfico interativo sobre o comportamento do consumidor digital brasileiro no ano passado jogando luz sobre quais caminhos as empresas podem seguir para redefinir suas estratégias de marketing para atrair e fidelizar novos consumidores e clientes.

A pesquisa na íntegra pode ser vista aqui.

Estratégia de marketing e a criação de personas

Estratégia de marketing e a criação de personas

As personas, personagens fictícios criados para representar os diferentes tipos de clientes de uma marca, podem ser extremamente úteis na criação de uma estratégia de marketing efetiva, além de possibilitar que você ofereça soluções e valor agregado ao seu público alvo.

De acordo com Henrique Carvalho, criador do Viver de Blog, as pessoas gostam de comprar o que é oferecido especificamente para elas. Um produto é bem melhor aceito se a oferta for feita baseada no perfil da pessoa.

É aí que entra a persona, ela é uma representação do seu público, o seu cliente ideal.

Ela terá todas as características que seu cliente tem: desejos, medos, objetivos, hobbies, interesses, relação familiar, faixa salarial. Quanto mais detalhes você tiver, melhor.

Você deve conhecer sua audiência ainda melhor para que ofereça um produto que eles desejam e que realmente vai ajudá-los a resolver seus problemas.

E acredite: muitas vezes eles não sabem que tem um problema até encontrar um produto que se propõe a resolvê-lo.