Pratique aquilo que você posta

Pratique aquilo que você posta

Em meados dos anos 2000, com o surgimento das redes sociais no formato em que conhecemos hoje, ou quase, o ser humano ainda se dividia em dois grupos: os que mostravam quem eram de verdade e os que mostravam, de verdade, quem não eram.

Com a febre Orkut, o mundo passou a conhecer um terceiro grupo: aqueles que passam o dia tentando nos convencer daquilo que gostariam de ser.

Confira o artigo completo escrito pelo nosso sócio-diretor, Marc Tawil, no LinkedIn.